Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Desempregos

"As empresas irão reavaliar várias questões relativas ao emprego como por exemplo, quantas pessoas deverão manter nos gabinetes jurídicos e financeiro. Esta análise deverá basear-se na comparação de vantagens de trabalhar com pessoas que pertencem à empresa e nas vantagens de trabalhar com pessoas com consultores esternos. (...) As empresas que melhor conseguirem tirar partido dos recursos da rede irão tornar-se mais eficazes e acabarão por desafiar as restantes a fazer o mesmo."

Do autor no post abaixo.

Há naquela análise uma intrínseca consequência de redução de postos de trabalho na adopção de novas tecnologias de informação e de comunicação.
Por enquanto, só não há maior crise em sectores determinados (Banca, Seguros, algumas áreas do Funcionalismo Público) porque o desenho organizacional é demasiado imperfeito e em regra o planeamento não é de raíz, mas por forma a moldar-se à burocracia existente.
Quando tal deixar de acontecer, os sistemas de informação serão melhor desenhados, empurrando (ainda mais) para o desemprego quadros médios de que as organizações poderão prescindir.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.