Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Do uso político da katana

É um filme, porque passou das veneraveis séries "manga" para os ecrans de DVD.

Há crítica cinematográfica inglesa que diz a actriz principal não convence no papel que encarna... por ser demasiado bonita.

Podia ser um "Kill Bill" em Japonês - mas só o será para os mais distraídos

Entre o sangue derramado na aparente mestria no domínio da katana e da wakizashi (a espada longa e a curta) fala-se de amor, de ética, de medo, de obediência total, de respeito pelo chefe, de companheirismo, de dúvida entre o excesso e a necessidade, de entrega à causa e do recurso ao assinato como meio legítimo para atingir a paz - um tema certamente familiar para o "mundo em curso" e até talvez querido para alguns dos chefes políticos da actualidade.


"Azumi - a assassina".

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.