Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

olhar os elos

"querer.

um livro.

autografado.

 

uma acto interno,

de vontade,

de retenção, mais para si do que para quem o dá,

de e num momento

sinal de eventual intenção

implícita

de leitura

de assimilar de terceiros, acompanhá-los em momento de criação

de 'ex pressão',

ideias, cores, sentimentos, defesas, vidas, e muitíssimos outros

momentos.

 

a gaiata, miúda, prógótica,

as botirrafas proeminetes

pretas

cruzadas com elegância

deixando a hipóteses de lá dentro viverem pés

finos, como ela,

estacanda à montra,

fixada

olhando a maqueta de Sto. António casamenteiro

deixando que a sua imobilidade se contraste com a fantasia adivinhada

da alva noiva que ela quer ser...

 

as multidões sem som

semi-paradas,

magotes ao longe, em torno da Torre,

nuvem de cores em movimento

mancha super garrida pelas imensas t-shirts

a salpicar tudo entre o enorme verde da relva e o azul do rio

 

tudo momentos - o elo de ligação,

separados em si, contínuos num trajecto,

prova de existência desses momentos

que sou eu,

aqui,

agora,

em escrito."