Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

momentus

doze. 12 meses. em doze meses, uma noite memorável. ou seja, digna de registo. gente gira, atitude, boa figura, dois dedos de testa. falar de estratégia não é o mesmo que ser estratega. lembrou-me o poeta: "se houvesse quem me ensinára, quem aprendia, era eu." sem falsas modéstias, fazer uma prelecção informal de três horas e meia sobre o rumo a dar a uma qualquer entidade europeia, é gratificante.

de lá, dá distante pátria, pedem-me ajuda: em menos de 1 hora, sintetizar 3 anos de actividade funcional, académica, visionária.

no nosso país, a política podre, abjecta, inquinações, venenosa e pequenina, acaba sempre por triunfar, porque quem dirige é enganado por quem controla.

politicas de merda, por gente merdosa e medrosa.

aqui, estou bem. tenho o que preciso: tempo de trabalho, tempo de pensar, tempo de escrever, tempo de me viver. sentir-me, de novo, útil e vivo. amanhã, regresso. espera-me a outra via, a outra vida, de merda. como me dizem alguns dos meus amigos, "é a vida".