Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

Tempus a tempus

um espírito próprio dos que vão estando a tempus, in tempus.

estares

se ao menos estivesses
onde estou
aqui onde o sol já foi
e só o frio ficou

estás tão longe

agora
como eu do céu
que nunca vi

se estivesses aqui
abraçava-te
num beijo
recolhia-te
num olhar
envolvia-te
numa palavra
abrigava-te
num encosto

retirava-te da dor
que te aperta a alma
e te rouba a alegria
te fere a esperança
e enche de melancolia

emprestava-te
silêncio e calor
nas lágrimas
que derramavas
em mim
sem som

devolvia-te a lembrança
de um beijo no tom
com um sorriso
e um amaço
e baixinho te repetia
"olá olá olá meu amor"

porque a tua voz
a tua voz embargada
só se faria ouvir
para responder
uma e outra vez

"obrigada obrigada
obrigada meu amor"


HMM
Poemas Celtas